Amor, o sentimento indescritível

Amor. Algo difícil de se descrever. Na verdade acho que nunca pode ser descrito em palavras suficientes, e as vezes nos faltam palavras. Amor é amar, e amar é se importar com o outro, um amor incondicional que estará sempre ali te apoiando mesmo se acontecer algo de errado.

Já repararam no quanto as pessoas mudam quando estão apaixonadas? Primeiro o comportamento, de repente toda a vez que a pessoa que teve o coração conquistado, ela fica mais bonita, como se a aura dela brilhasse e nos chamasse atenção. Tudo nela parece mais chamativo, desde o sorriso bobo toda a vez que sua mente vaga, os olhares sempre brilhando. Admirar uma pessoa que esta apaixonada, talvez me de mais prazer do que estar apaixonada.

Amor é algo viciante, experimente algo bom, e tudo o que encontrar pela frente não vai ser tão prazeroso quanto a experiência anterior. Experimente algo ruim e você vai estar com tanto medo de sofrer o quanto já sentiu no passado.

Amor é uma droga que os efeitos colaterais são bem escritos, felicidade interminável até algo dar errado e a sensação é ter seu coração arrancado. É um abismo, onde é motivado a se jogar pelas emoções, que não são a garantia de serem os melhores guias.

Nos finais tristes a maioria das coisas se resume de cair da cabeça, dizemos que vamos não se consumir nesse amor, mas é tão boa a sensação que antes que percebemos já estamos divagando sobre um futuro impreciso. As pessoas tem que esperar pelo o pior e o melhor, tem que analisar a situação, e mais o importante: viver o presente, nunca se sabe o que vai acontecer no dia seguinte. Ou seja, ela é contraditória, não há regras e prescrições que a prendam.

Não há como se preparar, ele vem repentino e te envolve de todas as maneiras possíveis. Amor te deixa imprudente. Ele te cega e ativa a esperança de tudo se tornar o tanto de idealizado que é em sua cabeça. Ela é a força atrativa que move o mundo, seja apaixonado por uma pessoa, uma ideia, ou uma revolução. Ela une pessoas em prol de algo que consideram imprescindível para a humanidade, une histórias, e talvez até quem sabe corações.

Isso o faz o melhor sentimento e o pior de todos. É amar e sentir medo de perder. É amar e talvez não receber o mesmo sentimento em troca. É dar tudo de si por algo que esteja desejando intensamente. Ser capaz de te deixar imprudente, porém com uma força de vontade imbatível.

Amor correspondido é como uma loteria, são poucos que tiram a sorte grande, mas sempre a uma probabilidade de tudo dar certo. Só nos basta esperar que tenha jogado os números certos.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: