Arquivo mensal: setembro 2015

Vestibular, Usain Bolt e a meritocracia

“Se você quer algo na vida, é só batalhar muito duro que um dia você conseguirá. tudo só depende de você!”. A maioria de nós já ouviu de alguém estas palavras ou até mesmo já disse para outra pessoa esta tão encorajadora frase. Evidente, pois nos dias de hoje se valoriza e muito a meritocracia […]

Divertidamente e a tristeza

Neste inverno, tivemos filmes que muito prometiam: Exterminador do Futuro, Minions e Jurassic World, por exemplo. Correndo um pouco na periferia, havia o Divertidamente (Inside Out, no título original), da Pixar. É um pouco estranho dizer que um estúdio produtor de obras-primas preenchedoras de nossas infâncias como Toy Story, Wall-E e Nemo fez um filme […]

Visão Umbiguista

Vivemos em épocas onde a sociedade não se importa com o outro.  Aliás, deixe-me corrigir minhas palavras ingênuas: a sociedade se importa, mas apenas se a ajuda que irá proporcionar causará visibilidade para o sujeito da ação.  A aparência, portanto, sendo colocada como primordial. O prestígio social sendo muitas vezes o gatilho da ação que […]

O PAI NOSSO DE CADA DIA

Ai, pensei. Odeio pensar. Cansa-me construir períodos. Pensar cansa. Cansa. Pensar é inconclusivo, quem pensa nunca chega a lugar nenhum. Estas negativas se anulam? Ai, Viu? Pensei, cheguei a lugar nenhum. Mas a frase ficou muito melhor. Aí você pensa, procurando solucionar problemas. Mas pensar, só, não concretiza. Nem toda massa cinzenta é cimento. Depois […]

Comissão Nacional da Verdade: Realidade e Parcialidade

Em época de manifestações pedindo a volta da intervenção militar, nada mais coerente do que uma análise sobre as ferramentas que os civis usaram para apurar os fatos do período, com enfoque na validade da CNV. A discussão acerca da natureza de “verdade” é tão antiga quanto a própria filosofia e, como qualquer tópico central […]

A energia nuclear como uma alternativa

Descoberta por volta do ano de 1939 pelos cientistas europeus Otto Hanh, Fritz Straßmann e Lise Meitner, a energia nuclear se mostrou extremamente surpreendente e interessante. Como na época de sua descoberta o mundo se encontrava num contexto de guerra, ela foi aproveitada para ser a base do fabrico de bombas atômicas, além de assegurar a hegemonia […]

Vivemos na distopia (!?)

Defendi, indo contra meus nostálgicos parentes, que, ao contrário do que nosso senso comum parece demonstrar, esta época é o melhor momento para estar vivo. Continuo acreditando na força dos meus argumentos, mas após saber que filósofos e sociólogos de peso concordaram com meus pais e avós, fui forçado a refletir um pouco mais sobre […]