Too fast to task

Algo como: muito rápido para (realizar) tarefas.

A geração pós moderna é conhecida pela habilidade de “multi task”, realização de variadas atividades ao mesmo tempo. Entretanto, essa capacidade torna o conhecimento profundo e a dedicação intensa quase impossíveis.

Com o surgimento de smart phones e da internet, tornou-se possível estar em todos os lugares e tratar dos mais diversos assuntos com pessoas diferentes de forma cada vez mais objetiva e ágil.

Um jovem ouvindo uma música enquanto conversa com amigos e lê um livro não é uma cena rara nos dias de hoje. São tempos modernos. Mas a garantia de que nenhuma das ações esteja sendo realizada com a devida intensidade e que a absorção de todos os eventos esteja sendo incompleta se reflete em outros fatores na nossa sociedade.

Livros se tornaram cada vez mais curtos e menos digressivos devido à impaciência moderna de ler textos longos para finalmente entender a opinião do autor. Nos dias de hoje, são consagrados aqueles autores que conseguem apresentar e defender seu ponto de vista em curtos parágrafos. Aqueles que não o fizerem, são considerados “tediosos”.

Além disso, o acesso a fontes rápidas de informação como o Wikipédia e o Facebook e a ausência de uma pesquisa de validade confiável podem acarretar em um acúmulo de conhecimentos não verídicos, inconclusivos ou tendenciosos.

Finalizo o texto com uma questão à ser refletida: Está na hora de desacelerar?

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: