Selfie

a música que nunca ouvi

o filme que nunca vi

o livro que nunca li

a mulher que nunca beijei

a emoção que nunca senti

a vida que não vivo

carregados de opções, perco-me

será que já tive alguma opção??

dentro das dúvidas, acho-me

(versos que não me preenchem )

me confundo em casa

me confundo na escola

me confundo no psicanalista

fujo

corro

grito

escondo-me de mim mesmo

me recolho

paraliso

dilacero-me

oblitero-me

e só tenho 18….. só 18

o tempo já passou demais, sinto-me velho

mas como diria ferreira gullar : “ Stalingrado resiste”

com memória de criança (que sou)

levanto

recupero-me

ouço musicas, leio livros, vejo filmes…

e amanhã tudo volta…tudo volta

fazer poesia sobre mim mesmo?? que egocêntrico, que egocêntrico

e pra que serve mesmo a poesia??

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: