Máximas

Lucas estava sentado no colchão que tem na varanda de seu quarto. Já eram duas da manhã, nada pra fazer, pouco sono. Lucas pensou em algo que nunca tinha pensado antes. Eu não sei o que foi, e mesmo que soubesse, não poderia dizer, em pouco você entendera o por que. Foi uma daquelas coisas que parecem tão óbvias e que quando a gente pensa nelas pela primeira vez, chegamos a rir por nunca termos a racionalizado antes. Eu sei disso por dois motivos. O primeiro foi que Lucas fez a mesma cara que você faz quando finalmente compreende como se faz aquele exercício estranho de matemática. E o segundo: Deus apareceu.
Deus apareceu sentado ao lado de Lucas. A gente imagina as mais variadas e estranhas reações que uma pessoa teria ao se deparar com Deus materializado na varanda do seu quarto as duas da manhã. Mas Deus se cansou dessas reações, e também de ter que fazer algum tipo de milagre mirabolante para provar que realmente é Deus. Lucas olhou para Deus, e sabia que era Deus.

Deus? – disse Lucas
Eu – disse Deus

A aparição de Deus fez com que Lucas se esquecesse por um momento daquela coisa incrível e inédita que havia pensado. E Deus fez questão de lembra-lo.

Então, você pensou ___( esteja aqui inserido o que é que foi que Lucas pensou)___, por isso estou aqui.

Você veio falar comigo sobre isso?

Não. Não tem muito o que falar sobre isso, mesmo sendo bastante interessante.

Então por que eu pensar nisso te trouxe aqui?

Bem, existem alguns pensamentos que eu chamo de pensamentos máximos. E eles fazem coisas, pensar em ___( esteja aqui inserido o que é que foi que Lucas pensou)___ me invoca. Agora, pensar em ____( aqui, um outro pensamento óbvio e inédito )___ faz a pessoa morrer.

Então se eu pensar em ____( o pensamento que mata )___ eu vou morrer?

Não, como eu te contei o pensamento, você jamais vai morrer por pensar isso. Tem que ser algo natural, espontâneo. Se você contar pra alguém o que pensou para me invocar ou o que se deve pensar para morrer, nenhum efeito ira surtir.

Então eu não vou morrer?

Vai, você continua humano e mortal. Mas vai morrer por algum outro motivo. Por exemplo, 39% das pessoas que morrem devido a um ataque cardíaco, morrem por que pensaram em ___( aquele lá que mata )___, o resto é por motivos naturais mesmo.

Ok. Mas, bom, você é Deus, logo você criou essas leis, essas máximas. Por que?

A explicação é bastante óbvia e é um pensamento máximo também, então eu não vou te dizer. Desculpa.

Tudo bem.

Os dois ficaram em silêncio, Lucas acendeu um cigarro. Pensou em oferecer para Deus, mas depois pensou que seria um tanto imoral. Depois pensou que Deus sabe o que ele pensa, então não adiantava não oferecer, por que ele mentalmente já o tinha feito, e também não adiantava não oferecer, por que ele mentalmente já o tinha feito. Deixou o maço entre os dois.

Tem outros tipos de máximas, também – Deus puxou assunto – Por exemplo, câncer causado por cigarro. Tem gente que fuma a vida toda e nunca desenvolve câncer.

Por que?

Você já acendeu um cigarro pelo filtro?

Nossa, sim – riu Lucas – e sempre calha de ser o último cigarro do maço.

Então, a pessoa só desenvolve câncer depois de fazer isso 27 vezes. Se ela nunca chegar nesse número, ela fica bem.

Quantas vezes eu ainda tenho?

                                             24, você tá bem. E essa máxima eu posso te contar, por que é material.

Por que essa máxima existe?

Olha, a resposta é outra máxima, e tu já sabe né.

Sei. O que você pode me contar então?

Ah, sei lá. O segredo da vida?

Os dois riram. Lucas não disse nem sim nem não para a proposta que Deus. Continuaram a conversar por mais uma hora e meia, até que Lucas foi dormir.

Eu vou me esquecer de tudo isso? – perguntou Lucas.

Não, se não não haveria sentido conversar com você.

E eu vou te ver de novo, digo, nessa vida?

Continue pensando – Respondeu Deus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: