A vontade popular

Senhores passageiros, a aeronave realizará uma aterrissagem não programada, permaneçam nos seus assentos até que a situação seja normalizada. Mantenham a calma e posicionem as máscaras de oxigênio sobre nariz e a boca.
Poucas pessoas sabem, mas as máscaras de oxigênio na verdade tem hélio. É para as pessoas rirem com o coro de vozes finas gritando. Hélio é um jeito de deixar o clima mais leve que a atmosfera.
E justo com o Pedro. Ele passou a vida esperando. Esperando o trem. Esperando a vida. Justo no voo da vida dele.
 
“Agradeço à população brasileira por essa conquista mag… ma… gnâ… nima… magnânima da democrácia. O povo realmente olhou pra mim e realmente viu em mim essa competência ad… a… d… minis… trativa… isso! e eu vou estar aqui, e eu venho querendo agradecer….
E eu vou endireitar esse Brasil de meu Deus, e o Senhor é testimunha do que só eu sei que eu sofri nessa vida. Desdos doze que tô na vida de trabalhador. Já passei por muita coisa e realmente olhei e realmente vi muita coisa na minha vida que foi sofrida e só Deus sabe.
Na minha luta, não vou pisar em falso, porque Ele me alumina. A nossa luta. Primeiro de tudo, vou decretar que acabe com esse tal de preconceito. Primeiro que encontrei na minha vida de trabalhador muito homem que apesar de… sabe… bem passado… seis da tarde… sabe o que eu tô falando… preto… mesmo preto, pegava no batente que nem gente branca. Depois que tem essa coisa dos viados. Não quero mais essa coisa de gente morrendo por fazer isso ou aquilo. Mas o que é certo é certo, não quero saber dessa promiscuidade também aqui não. E nada de ficar bitolando boiolagem nas escolas também.
Depois que o imposto vai ser opcional. Deus pede de cada um como ele pode dar. Na minha vida de trabalhador, já era difícil botar comida na mesa pros meus filho sem registro, sem imposto.
Vou demolir todas as casas dessa gente que mora em barraco e construir prédios novos. Os da rua eu vou colocar em um hospital até eles ficarem bons, daí vou dar emprego.
Todo mundo comete erro, a vida do trabalhador é difícil. Então a gente vai ver caso a caso os presos e ver se a pessoa é direita mas se desviou do caminho ou se é má mesmo. Quem for mau… essa gente que mata por vontade, rouba sem necessidade, os corruptos… esses aí é pena de morte! Vou começar pelos governos anteriores, que Deus sabe quanto esse temer tem de podridão e que a Dilma não é nenhuma santa. Todos esses patifes vão ser executados!
A gente vai resgatar a economia do buraco! Chega de comprar tudo dos outros! É a vez do Brasil fabricar! Vamos gerar empregos pro povo abrindo fábricas em vários lugares do Brasil.
A polícia vai ser forte! Que nem já foi um dia, e vai voltar de ser. Polícia na rua! nas casas! bem armada! Quem não deve não teme!
Essa é a minha promessa pro povo brasileiro!”
 
No dia de posse de Pedro Pedreiro, houve esperança. Nem muito pra cá, nem muito pra lá, muito pelo contrário. Muito nada. Acho que foi nada demais. A realidade não sustenta muito nada. Você enche uma bexiga de vácuo e cria um buraco negro. Teoricamente, pelo menos. Ainda não provamos a existência de buracos negros. E os buracos brancos? Que racismo inverso, não é mesmo?
Nem preto nem branco, muito pelo contrário. Pedro não levou o país nem pra um lado nem pro outro, muito pelo contrário. Nem Dilma nem Temer, muito Pedro contrário. Nem Cuba nem EUA, muito pelo contrário. Muito nada.
Guerra Civil, guerra e fome. Polícia forte, opressões, população numerosa demais, guerrilhas grandes demais. Prendemos todo mundo, ficou bem apertado. Não existia mais legislativo, judiciário… essas coisas bonitas. Existia o Pedro. Pedro de pedra, permanente. A vontade por pular do avião.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: