Categoria Poesia

DOR

Vê-la me causa dor Vê-la me lembra daquilo Me lembra daquilo que foi Me lembra daquilo que não foi Daquilo que será Daquilo que não terá escapatória   Vê-la me causa felicidade Vê-la me lembra da vida Me lembra de viver “Se divirta!”, ela diz   Vê-la me incomoda Me incomoda pois eu sei o […]

Camões no fundo do mar

Camões no fundo do mar Conforme as ondas atingiam o navio e os cascos molhados gladiavam as pedras, aumentava no homem o medo e a glória. Haveria mais bela cantiga do que aquela sobre o homem que se fora com o mar? Talvez não, mas ainda não havia quem cantaria a morte de Camões. Seria […]

. . . 

(…) …….!!……!!!!……!!!!!!……..;… … … … … …, ……… *……*** …. …. …. ….. ….. ,,,,,, ++++++++++++…????? ,,,,, —————–…???????? ………!!!!!!!!!!!!!……..????? (…) (…) (…) (…) (…)…!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! & ??????? !!!!!!! (????????) !!!!!!!!!!!!! ,,,,,, >>>>>>>>>>>>>>>>>>>> >>>>>>>>><<<<<<<>>><<<><>< <><><><><><><><><><><><><>… ‘’’’’’’’’’’’’’“!!!!!!!!!!!!!!!””””””’’’’’’’’ ‘??” @#@#@#@#@#@#@#@#@ @#@#@#@#@#@#@#@#@# $$$$$$$%%%%%%$$$$%%%!!!!!!!! ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨,,,,¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨,,,¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨ {ººººººººººº} !!!!!!……!!!!!!>>……..>>>>::::::; [ ]. . . . … !!! … !!! … !!! … !!! […]

Selfie

a música que nunca ouvi o filme que nunca vi o livro que nunca li a mulher que nunca beijei a emoção que nunca senti a vida que não vivo carregados de opções, perco-me será que já tive alguma opção?? dentro das dúvidas, acho-me (versos que não me preenchem ) me confundo em casa me […]

JOÃO E SEU TERCEIRO OLHO.

“João tem um olho a mais que o resto.”

Teogonia Omniista

Vida e morte, numa tarde, na Paulista, deram as mãos e, desde então, o sol poente já não sabe mais se vai ou volta.   De fato, se volta. Tudo o que há se volta para um espetáculo de tal magnitude. É o encontro desses dedos, é o entrelaçar dos mesmos, são as palmas dessas […]

TÉDIO, O URSO

Havia, feliz, distante Pululando, saltitando Do sedentarismo amante Tédio, o deveras brando. Um ursinho pacífico Oportuno e astuto Em chatear, prolifico Pensando nisso, matuto. “Se me tens quando só estou, Me deixas quand’ algo faço. Escarnecer-lhe a face vou De cigarros ruins és maço. Que não sejas tu Caríbdis Me sugues pra teu vórtice E […]

Parcelas ocultas

Minhas parcelas mais ocultas Me obrigo a indagar A cada toque truculento Que no coração a mente dá. – É como se tocasse uma ferida Uma Fração mal resolvida O questionamento é um urubu À procura de carniça. – Nas sombras à procura de luz E nunca deixando de lembrar  Que a verdade em formulas não […]